PARTICIPE

quarta-feira, 22 de maio de 2019

Intervenção Psicopedagógica Na prática

Já observaram que poucos livros tratam sobre a Intervenção Psicopedagógica?


Intervenções Psicopedagógicas na Clinica de Atendimento do Instituto Sinapses


Fazer uma pesquisa sobre este tema vai te levar a uma meia dúzia de sites e livros.  Observo uma supervalorização do processo diagnóstico e a Pouca importância ao processo de intervenção. Já observou que os vídeos, livros e os cursos valorizam o diagnóstico?



 Uma Breve pesquisa no Google vai confirmar tal questionamento. Há uma número muito grande de páginas voltadas para discutir o diagnóstico, diferente  quando pesquisamos sobre a intervenção psicopedagógica.



Até mesmo nos cursos de psicopedagogia não são todos que oferecem como  disciplinas a intervenção psicopedagógica.

Intervenções Psicopedagógicas na Clinica de Atendimento do Instituto Sinapses

Quando comecei a atuar como psicopedagoga  deparei-me com inúmeras dificuldades de atuação durante as sessões de intervenções,  muito mais do que as sessões de Diagnóstico.



É durante a intervenção psicopedagógica que ficam mais claros e evidente problemas como a afetividade, relacionamento entre o cliente e o terapeuta, o cliente e a família,  a família e o sujeito em atendimento.

É  nesta fase que ocorrem conflitos de interesses, sejam dos Pais, da escola, do terapeuta como também do próprio aprendente.



Sem falar que é durante a intervenção que o psicopedagogo precisa ser mais criativo, obter materiais e ser dinâmico em seu atendimento para que o cliente não perca o interesse das sessões.



Nunca vi postagem de  psicopedagogos relatando dificuldades durante suas intervenções, geralmente quando vemos fotos nas redes sociais de alguém colocando sobre seu atendimento é sempre demonstrando facilidade e resultados positivos, na prática não é sempre assim que acontece ( também sabemos que faz parte do marketing mostrar somente bons resultados).



Muitos psicopedagogos passam  tempo suficiente com o aprendente e não conseguem resultados, algumas  famílias desistem do atendimento por não  observarem resultados atingidos com a terapia.  Ainda há os profissionais que estendem os atendimentos por questões financeiras mesmo  já tendo os resultados desejados.



Foi observando esses fatores, e dentro da minha própria necessidade, que  decidi fazer uma série de postagens específicas sobre o processo de intervenção. Desta forma dividi estas postagens da seguinte forma:



1 Primeiro vamos falar sobre a relação cliente e psicopedagogo durante o processo de intervenção.  Relação esta, onde vai acontecer transferência e contratransferências que podem tornar o atendimento inviável e até mesmo prejudicar o sujeito



2 Depois vamos falar de planejamento e estratégias de intervenção do psicopedagogo para atingir os resultados esperados das sessões.



3 E por fim, vamos analisar a Alta psicopedagógica ou seja o fim das intervenções, analisando quando o psicopedagogo deve parar de fazer o atendimento, ou até mesmo, quando as sessões não são mais significativas para o cliente? Qual a hora do fim do atendimento?




Obrigado a todos: Jossandra Barbosa.




COMPRE JÁ O SEU PELO WHATSAPP
86.9.8844-9784 
60,00+8,50 DE FRETE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para receber novidades deixe seu e-mail

OBRIGADO POR SUA VISITA AMIGO(A)!
Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail.
PARA BAIXAR LIVROS E APOSTILAS GRATIS CLIQUE AQUI